Verificando DBNull de forma mais “elegante” com extension methods e generics

Em um banco de dados relacional um valor nulo é usado em uma coluna quando o valor é desconhecido ou ausente. Um nulo não é uma string vazia (para tipos de dados string ou datetime), nem um valor zero (para tipos de dados numéricos). (MSDN)

Em alguns códigos que utilizam DataReader para leitura dos dados eu costumo encontrar verificações se o valor retornado da base de dados não é nulo como o código a seguir:
Leia mais… »